A profissão

O relações-públicas é o profissional responsável pela gestão do relacionamento, imagem e reputação das organizações. Sua visão estratégica e plural da interface das empresas com seus públicos estratégicos permite identificar pontos críticos dessas relações, dando subsídios para a gestão de riscos de imagem e reputação, evitando situações de crise para as organizações.

O profissional de relações públicas tem como objeto essencial orientar as organizações na formulação das políticas e estratégias de comunicação organizacional com o objetivo de criar e manter sua reputação, formando uma opinião pública favorável e alcançando a boa vontade de seus públicos em relação ao negócio.

Para tanto, planeja, implanta, coordena e avalia programas de engajamento de públicos estratégicos, comunicação e pesquisas de opinião; dentro de um plano global de comunicação, planeja, executa e avalia projetos de diferentes formas e tipos de comunicação, a saber: institucional, integrada, corporativa, com colaboradores, empresarial, sempre atento ao equilíbrio entre a cultura organizacional e as novas tecnologias.

O planejamento de relações públicas de uma organização – seja ela pública ou privada – deve ter como objetivo básico a identificação dos seus públicos estratégicos e a adequação da mensagem e do discurso organizacionais. A partir disto, são definidas as estratégias de comunicação específicas com cada um desses públicos, estabelecendo um relacionamento harmonioso entre eles e a organização – sempre voltado ao fortalecimento de sua imagem e reputação organizacional como diferencial competitivo.

Simbologia

A Portaria Nº 63/2003, baixada em 22 de agosto de 2003 pelo Conselho Federal de Relações Públicas – Conferp estabelece:

Juramento
“Juro, diante de Deus e da sociedade, que fará uso do meu trabalho, conduzir meus esforços profissionais de acordo com os princípios éticos norteadores da atividade de relações Públicas, com responsabilidade e respeito humano e dedicar o meu trabalho para o desenvolvimento e o bem estar do povo brasileiro e da humanidade”.

Pedra representativa
A pedra representativa da profissão è a safira. Para a pedra, a safira azul, oriunda de Ski Lanka, sudoeste Asiático, Austrália e no Leste de África ou a sua equivalente no país, a turmalina azul, denominada de Safira–do–Brasil.

Cor representativa
A cor representativa da profissão é o azul.
Obs: Para a impressão de peças gráficas o equivalente ao Pantone REFLEX BLUE C.

Cor da pedra, da beca e da faixa
Os bacharéis em Relações Públicas usarão a beca da cor preta com faixa azul, no Pantone Reflex Blue C.

Justificativa da cor e da pedra
A safira azul é encontrada, basicamente, no Sri Lanka, Sudoeste Asiático, Austrália e no Leste de África. Em nosso país, a turmalina azul é demoninada de safira-do-Brasil, cujos benefícios podem ser traduzidos pela canalização de energia positiva, principalmente, em processos curativos, ajudando a dissolver bloqueios mentais e emocionais.

Como a cor azul é identificada pelo seu efeito tranquilizador, o homem, em diferentes épocas, atribuiu à safira azul o poder de propiciar a paz espiritual, purificando a mente, além de servir como um instrumento facilitador para consultas sobre o futuro. À sáfira-do-Brasil é concebida também, a propriedade de ativar e purificar as experiências sobre o estudo espiritual do homem, potencializando seu senso criativo.

Desse modo, tanto a pedra safira como a cor azul, passam a caracterizar a profissão de Relações Públicas, pois se entende que o Profissional dessa área, sendo um agente ativo na consolidação dos processos democráticos da sociedade e dos conceitos e imagens organizacionais, necessita desenvolver e aplicar tais atributos para atingir esses propósitos.

Mascote
O animal representativo da profissão, a mascote RP, será o Golfinho Rotador, cujo nome científico é o de stenella longirostris.

Consulte a portaria publicada no site do CONFERP:
http://www.conferp.org.br/?p=294

Nomenclatura

RELAÇÕES PÚBLICAS OU RELAÇÕES-PÚBLICAS

1. Relações Públicas (sem hífen) – designa a atividade.
Exemplo: Trabalha em relações públicas. Profissional de relações públicas. Conselho Federal de Profissionais de Relações Públicas.

2. Relações-públicas (com hífen) – designa o profissional que trabalha na atividade.
Exemplo: “Ela é a relações-públicas da instituição.” “O relações-públicas cuidou da definição estratégica de comunicação da empresa.”

A expressão relações públicas (do inglês public relations), constituída – conforme a nomenclatura da gramática normativa – de um substantivo e de um adjetivo, deve continuar grafada com cada um dos seus termos independentes.

ABREVIATURA PARA RELAÇÕES PÚBLICAS

A abreviatura da expressão relações públicas foi definida a partir de solicitação de colegas profissionais dos países latinos de língua espanhola para que, no Brasil, também se adotasse a abreviatura por eles utilizada. O Conferp, pela Portaria 63, de 22 de agosto de 2003, assim definiu a questão:

“Art. 7º – (…)
I – no Brasil – RP = Relações Públicas;
II – nos países cuja língua oficial é o espanhol – RRPP = Relacionista;
III – nos países cuja língua oficial é o inglês – PR = Public Relations”.

CONFERP/Conferp – CONRERP/Conrerp

O uso da sigla em caixa alta ou em caixa baixa foi estabelecido quando da implantação da Programação Visual do Sistema. A Portaria 116, de 9 de maio de 2011, definiu que a “identidade visual de uma instituição depende fortemente da harmonia e coerência na apresentação de seu conjunto de elementos gráficos”. Com efeito, o uso de caixa alta na logomarca foi condição fundamental para que o objetivo da identidade visual fosse atingido.

Resumindo, são as seguintes as determinações daquela norma quanto às siglas:

1. Na aplicação da logotipo, o nome de cada conselho é grafado em letras maiúsculas: CONFERP e CONRERP/número da região.

2. Na referência aos conselhos, no corpo de texto, a primeira letra será maiúscula e as demais serão minúsculas: Conferp e Conrerp/número da região.